Grupo Impper
Grupo Impper

Jovens e o mercado imobiliário

22, fevereiro de 2022

Por Bruno Malvezi*

O mercado imobiliário vem passando por uma intensa transformação nos últimos anos. Essa mudança é notada nos materiais utilizados, nas novas configurações dos imóveis, em condomínios que privilegiam espaços de convivência, muito contato com o verde e consumidores cada vez mais criteriosos.

De fato, as pessoas estão repensando sua forma de morar. A pandemia nos trouxe uma série de questionamentos sobre nossa vida e nosso trabalho. Novas necessidades geram mais inovação.

A nova geração, antes muito preocupada em morar próximo ao trabalho, está agora buscando espaços fora dos grandes centros em busca de mais qualidade de vida, impulsionada pela facilidade do trabalho remoto ou híbrido.

O relatório "Agentes da mudança” comprova esse comportamento. Divulgado em 2021, o estudo realizado durante a pandemia investigou as tendências da juventude mundial em relação ao futuro e revela que 65% dos jovens querem uma casa no interior ou em regiões mais bucólicas.

Antagonistas antes da pandemia, a juventude e vida no interior se mostravam distantes. O ideal da majoritário dos jovens era buscar um bom emprego nos grandes centros e viver no agito das metrópoles. A tendência, agora, é um movimento inverso.

A vida urbana associada ao estresse e ao consumo desnecessário diverge das aspirações dos jovens. Sustentabilidade, economia circular e qualidade de vida conduzem essa geração. Neste contexto, a casa desempenha um papel central para o bem-estar das pessoas, representando um espaço para recarregar as energias e socializar com os entes queridos dentro da comunidade.

Atento a essa nova forma de viver, o setor imobiliário direcionou os investimentos para ambientes compartilhados e iniciativas que priorizam a tecnologia, a natureza e a sustentabilidade. Condomínios com itens de convivência que vão além de piscinas, academias e salões de festa ganham destacada atenção dos futuros moradores.

Morar em espaços iluminados, arejados, com praticidade, fácil localização, áreas externas para se exercitar, com hortas comunitárias e jardins perfumados proporcionam suavidade para viver momentos de lazer com família, aumentando significativamente o bem-estar e a qualidade de vida.

A bem da verdade, o mercado imobiliário precisará entregar mais que moradias. As novas gerações buscam saúde física e mental e tranquilidade em verdadeiros lares.

* Bruno Malvezi é diretor-executivo do Grupo Impper. Formado pela Impper Empreendimentos, Impper Vendas e ImpperTech, o Grupo Impper oferece casas prontas em condomínios fechados, bairros planejados e loteamentos industriais. O Grupo atua nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e na cidade de Assuncion, no Paraguai.

Confira o artigo no site do jornal Diário da Região 

VOLTAR

OUTROS ARTIGOS

16 /MAI

Diversão para crianças em condomínios

05 /MAI

Ibaté ganha seu primeiro bairro planejado

26 /ABR

Vantagens de comprar um imóvel na planta

30 /MAR

Condomínios sustentáveis

09 /MAR

Grupo Impper gera empregos para moradores da Favela Marte

cliente grupo impper
e outros assuntos
Ligue agora
0800 000 0777